Elevador! ♥

Pra quê? Te espero de braços abertos se você caminha pra nunca chegar; então vou no fundo, ameaço ir embora, você diz que prefere quem sabe ficar. Eu queria tanto mudar sua vida mas você não sabe se vai ou se fica. Eu tenho coragem, já tô de saída..Você diz que é pouco e pouco pra mim não é bobagem! E subo bem alto pra gritar que é amor, eu vou de escada pra elevar a dor. Então me lanço, me atiro em frente ao seu carro e aí você decide se é guerra ou perdão. Se na vida eu apanho, outras vezes eu bato, mas trago a minha blusa aberta e uma rosa em botão!





O tempo do passado tá em outro tempo
lembrando de nós dois um instante que não pára.
Viver é um livro de esquecimento,
eu só quero lembrar de você até perder a memória!


[...]

0 comentários:

Raquel, 19 anos.

Raquel, 19 anos.
Se na vida eu apanho, outras vezes eu bato, mas trago a minha blusa aberta e uma rosa em botão!

moonfate ♥


Conheci uma mulher,
cujo sorriso brilhava

mesmo nunca tendo a visto, muitas vezes eu senti
seu olhar a me sorrir.

Sua alma era irmã da minha,
e em cada sonho que tinha

para lá eu me transportava,
por desejar ardentemente

ser como ela, pura alegria.

Um dos desejos que eu tinha, mais que tudo nesse mundo:
vê-la feliz e contente,
envolta na própria magia.


Mas ela me confessou,
com irreverência e desdém

ter o destino da lua:
'que a todos encanta e,
não é de ninguém.'


Eu pude ver claramente,
que a sua alma tão meiga

não era irmã simplesmente..
era cópia fiel da minha..
feliz ou infelizmente!

Sou uma filha da natureza:

quero pegar, sentir, tocar, ser.
E tudo isso já faz parte de um todo, de um mistério.
Sou uma só... Sou um ser.
E deixo que você seja. Isso lhe assusta?
Creio que sim.
Mas vale a pena.
Mesmo que doa.
Dói só no começo.