Sexta de risos e cerveja!

Hoje é sexta-feira e eu vou pra algum barzinho..(Villa Jahu, depois Santo talvez)..

reunir amigas bonitas, alto astral, beber cerveja e discutir sobre asneiras e ócio; homens estão incluídos nas asneiras, é claro! kkkkk. Eu considero isso saudável pra mim, depois de uma semana bastante corrida e produtiva, tô sentindo que as coisas estão tomando um novo rumo, tudo como eu previa, tudo que me garanta boas coisas futuramente, a começar pela faculdade! *-*
Fora que minha razão tá voltando pro lugar, minhas exigências também voltaram mas tudo isso é pra me poupar de um sofrimento desnecessário.. se é que me entendem. Hoje não pretendo postar nenhuma lição, pensamento muito profundo não.. as coisas simples da vida fazem toda a diferença. Sem muita complicação, terei um fim de semana de gente, recheado de risadas, novas figuras, amigas e algo pra beber.

Acho que esse é meu conselho:
reúna teus melhores amigos, e sem nenhum compromisso, saiam pra beber uma cerveja, discutir entre vocês o que realmente lhes fizer bem e se conhecerem alguém novo, boa sorte!

Alguns pensamentos mais, eu deixarei pra outro dia.
Hoje eu fui convidada a ser feliz!










0 comentários:

Raquel, 19 anos.

Raquel, 19 anos.
Se na vida eu apanho, outras vezes eu bato, mas trago a minha blusa aberta e uma rosa em botão!

moonfate ♥


Conheci uma mulher,
cujo sorriso brilhava

mesmo nunca tendo a visto, muitas vezes eu senti
seu olhar a me sorrir.

Sua alma era irmã da minha,
e em cada sonho que tinha

para lá eu me transportava,
por desejar ardentemente

ser como ela, pura alegria.

Um dos desejos que eu tinha, mais que tudo nesse mundo:
vê-la feliz e contente,
envolta na própria magia.


Mas ela me confessou,
com irreverência e desdém

ter o destino da lua:
'que a todos encanta e,
não é de ninguém.'


Eu pude ver claramente,
que a sua alma tão meiga

não era irmã simplesmente..
era cópia fiel da minha..
feliz ou infelizmente!

Sou uma filha da natureza:

quero pegar, sentir, tocar, ser.
E tudo isso já faz parte de um todo, de um mistério.
Sou uma só... Sou um ser.
E deixo que você seja. Isso lhe assusta?
Creio que sim.
Mas vale a pena.
Mesmo que doa.
Dói só no começo.