medo X vida ♦

Descobri que o medo me acovardava e escondia o meu melhor, não me permitia sair de casa nem dizer tudo aquilo que eu sempre precisei, me impedia de fazer a diferença; na loucura mais consciente, acabei vivendo os melhores momentos da minha vida, e de que as pessoas fazem a diferença e, não os lugares que frequentamos; você pode estar deitado diante do mar vendo o pôr-do-sol, ou sentado na frente da sua casa, a beleza realmente está nos olhos de quem a vê, ela vem de dentro de você! É que uma hora você descobre que você nasceu com a felicidade, mas você acaba ouvindo demais as pessoas que ainda não se conhecem e por isso, se intrometem tanto na sua vida. E também descobre que tudo aquilo que você pede de coração, de modo honesto e inocente, vem pra ficar na sua vida e você se torna responsável a partir de então;não existe certo ou errado, existem limites e consequências.

' Consequência, qualquer coisa tráz! '

Também aprendi que devemos cumprir nossas obrigações, mas fugir da rotina, visitar alguém que não vemos há algum tempo ou falarmos o que realmente sentimos/precisamos, podem fazer umaa diferença enorme na nossa vida.
É que Deus nos dá oportunidades e o medo é a pior desculpa pra deixar de viver a vida.
"Procure viver, lembrar é para os mais velhos!"




Dica do dia: Releia um livro que você nunca entendeu muito bem!

0 comentários:

Raquel, 19 anos.

Raquel, 19 anos.
Se na vida eu apanho, outras vezes eu bato, mas trago a minha blusa aberta e uma rosa em botão!

moonfate ♥


Conheci uma mulher,
cujo sorriso brilhava

mesmo nunca tendo a visto, muitas vezes eu senti
seu olhar a me sorrir.

Sua alma era irmã da minha,
e em cada sonho que tinha

para lá eu me transportava,
por desejar ardentemente

ser como ela, pura alegria.

Um dos desejos que eu tinha, mais que tudo nesse mundo:
vê-la feliz e contente,
envolta na própria magia.


Mas ela me confessou,
com irreverência e desdém

ter o destino da lua:
'que a todos encanta e,
não é de ninguém.'


Eu pude ver claramente,
que a sua alma tão meiga

não era irmã simplesmente..
era cópia fiel da minha..
feliz ou infelizmente!

Sou uma filha da natureza:

quero pegar, sentir, tocar, ser.
E tudo isso já faz parte de um todo, de um mistério.
Sou uma só... Sou um ser.
E deixo que você seja. Isso lhe assusta?
Creio que sim.
Mas vale a pena.
Mesmo que doa.
Dói só no começo.